Gilberto Viola (PSDB) falou sobre emprego e desemprego em Pinhal e região. “Como sempre falo, temos de industrializar Pinhal. Vejam esses números do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) na microrregião de São João da Boa Vista: o saldo de admissões e demissões de 1º de janeiro a 30 de agosto deste ano. Em Mogi Mirim foram criados 290 novos empregos; em São João, 291 novos empregos; em Itapira, 857 novos empregos; e em Mogi Guaçu. 1.414 novos empregos. E Pinhal, lamentavelmente, perdeu nesse período 263 vagas”.
Viola e demais vereadores pedem informação se já foi adotada providência em relação à elaboração e encaminhamento ao Legislativo de projeto de lei que visa regulamentar as atividades de mototáxi/motofrete. Em caso negativo, informar o que falta para que o projeto seja encaminhado a essa Casa de Leis.


Cristina Brandão Domingues (MDB) informou que o deputado federal Arnaldo Jardim (PPS) fez emenda parlamentar no valor de R$ 248,3 mil destinada ao recapeamento asfáltico em ruas do Jardim do Trevo, em atendimento ao pedido do grupo político do qual a vereadora faz parte. “O dinheiro, que ainda não está na conta da Prefeitura, é do governo federal (Ministério do Desenvolvimento Regional), já foi aprovado e empenhado (comprometido). O próximo passo é o pagamento desse recurso, o município já elaborou o projeto que foi apresentado na Caixa Econômica Federal e o trâmite segue. As ruas beneficiadas serão Adolfo Libânio, Antonio Janini, Antonio Peigo Sobrinho, dos Operários e Joaquim Pere s Domingues. A gente sabe das condições precárias de ruas do Jardim do Trevo, algumas intransitáveis. A gente espera que no início do próximo ano o recurso venha para a Prefeitura, faz-se a licitação e inicia-se a obra atendendo assim a reivindicação de muitos anos dos moradores”.
Cristina, juntamente com a vereadora Maria de Lourdes Santiago, indica a necessidade de se fazer a calçada da área verde localizada na rua José Barim, no Parque das Nações, e a sua limpeza, já que há lixo acumulado e sujeira, além de instalar redutores na rua José Barim, na avenida João Bertoldo e na rua João Turganti, no mesmo bairro. “O papel do vereador é ouvir as demandas da população e encaminhá-las ao prefeito, que tem o poder de agir. A área verde está com muito mato e lixo, não há calçada, os pedestres têm de andar na rua, na avenida, que tem grande movimento de veículos. Acredito que o diretor de Serviços Urbanos, Edno Santis (Tarrafa), que já foi vereador, est ará se empenhando para melhorar essa situação. Por lei, os loteadores têm a obrigação de destinar uma área verde ao município e, complementando isso, pretendo apresentar na Câmara Municipal projeto que prevê também a construção de guias, sarjetas e calçamento por parte dos loteadores. É um ganho para a cidade e a população. Então, já solicitei à assessoria jurídica do Legislativo um estudo sobre esse assunto. Gostaria também que o Departamento Jurídico da Prefeitura estudasse a possibilidade de uma ação de obrigação de fazer contra os loteadores que já têm o seu loteamento feito, mas sem guias, sarjetas e calçamento da área verde. Que a administração coloque seus fiscais em campo para verificar a situação dos atuais loteamentos e tamb&eac ute;m dos terrenos baldios sem calçadas —já existe lei municipal obrigando os proprietários de terrenos a fazerem sua calçada. Se eles não têm consciência de que a calçada é pública, que o município faça cumprir a lei”.     
Sobre o Dia do Professor, 15 de outubro, Cristina parabenizou todos os professores pelo seu dia. “Nosso reconhecimento do Poder Legislativo aos professores de Pinhal, que exercem uma profissão da maior importância, que têm o privilégio de acompanhar as pessoas desde a primeira infância até a fase adulta. É o professor que forma profissionais competentes, que transforma crianças e jovens em cidadãos críticos e atuantes na sociedade. A contribuição do professor, através de sua dedicação diária, dá-se não só no conhecimento teórico, no compartilhamento de valores e nos ensinamentos, mas é ele o profissional que caminha ao lado de seus alunos, desenvolve suas potencialidades e serve como referênci a por meio de seus bons exemplos. Que o professor seja reconhecido e valorizado”.       
A vereadora, juntamente com o vereador Marquinho Rocha, quer saber qual o número de pessoas inscritas no cadastro de pesquisa habitacional para aquisição de casas populares em Pinhal, informando ainda desde quando existe o referido cadastro.
Cristina e demais vereadores pedem informação se já foi adotada providência em relação à elaboração e encaminhamento ao Legislativo de projeto de lei que visa regulamentar as atividades de mototáxi/motofrete. Em caso negativo, informar o que falta para que o projeto seja encaminhado a essa Casa de Leis.
Ela requer informações sobre quais cursos estão sendo ministrados na EMIP Dito Françoso (Senai), informando ainda quais os horários e número de alunos em cada curso.
A vereadora pede o tapa-buracos em toda a extensão da rua Humberto César Carrara, no Jardim das Rosas.
Cristina solicita o reforço da sinalização de solo e placas em toda a extensão da avenida Nove de Julho, mais precisamente no trecho onde estão o Fórum e a OAB, delimitando vagas para carros e motos com a finalidade de dar melhor ordenamento no trânsito, considerando o grande fluxo de veículos que passa pelo local.


José Eduardo Martins de Souza (Du/PSD) falou sobre o projeto do Executivo que pede autorização da Câmara Municipal para contrair empréstimo na Caixa Econômica Federal no valor de R$ 11 milhões para obras de melhorias na cidade.
Ele lembrou que a atual administração regularizou o distrito industrial Waldemar Pereira para que a Delphi/Aptiv pudesse ser instalada lá, senão ela iria embora de Pinhal caso não conseguisse outra área regularizada.  “E o distrito está pronto pra receber outras empresas. Além disso, há a necessidade de se fazer um acesso adequado ao distrito industrial e a responsabilidade acaba sendo da Prefeitura, por isso que a Prefeitura precisa da aprovação desse projeto para poder fazer investimentos, sendo R$ 5 milhões para obras de recapeamento de ruas e tapa-buracos, R$ 1,9 milhão para obras no acesso ao distrito industrial Waldemar Pereira, R$ 850 mil na reforma de alguns prédios públicos, como o que abrigou o projeto Guri (a administra&c cedil;ão passada tirou dali e o transferiu para a Praça da Dinda dizendo que seria de caráter provisório, mas está lá até hoje), o do mercado municipal e o do centro administrativo, quase R$ 1,5 milhão para obras na educação e R$ 2 milhões para aquisição de máquinas, equipamentos e veículos para o Departamento de Agricultura e Meio Ambiente. Esse plano de investimento foi elaborado desde fevereiro deste ano, quando a Prefeitura teve a oportunidade de começar a pleiteá-lo na CEF. Então, convido a população a participar da audiência pública sobre esse projeto nesta quinta-feira, às 19h30, na Câmara Municipal, para que todos possam tirar suas dúvidas, lembrando que esses recursos não poderão ser usados para pagar contas e salários de servidores. Recorrer a financiamentos para poder inves tir está sendo uma prática de todos os municípios da região”.
Ele falou da assinatura de convênio para o restauro e revitalização do prédio do Museu (desativado há anos) e Biblioteca municipais, na Praça da Independência, que é um imóvel tombado pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico). “As obras deverão ser iniciadas nos próximos meses. É uma boa notícia, será um ganho para a cidade. Esse recurso estadual é destinado apenas para esse fim, não pode ser usado para outra coisa”.   
Du solicita informação sobre quais providências estão sendo adotadas para que o serviço de manutenção dos refletores/iluminação da pista de caminhada e pista de skate do estádio municipal Fernando Costa seja realizado a fim de que os frequentadores possam usá-las com mais segurança e conforto.
Du parabenizou a diretora de Cultura, Ana Tereza de Castro Leite, pelo apoio logístico dado ao programa de qualificação em Artes cujo encerramento aconteceu em Pinhal, no final de semana. “O evento foi promovido pela Secretaria Estadual de Cultura e pela organização social Poiesis, com a qual o departamento municipal tem parceria na realização de programas culturais. O programa de qualificação em Artes oferece capacitação aos artistas de teatro e dança. Em Pinhal, estiveram mais de 200 artistas de teatro, que fizeram grandes apresentações no Theatro Avenida. A Secretaria de Estado da Cultura fez questão de fazer parceria com a Prefeitura para que essa última etapa fosse realizada na cidade. Foi importante esse evento aqui porque a bre portas para outros serem realizados no município”.
Ele pede que se encaminhe relatório contendo o número de vistorias diárias feitas por cada um dos integrantes da Vigilância Sanitária nos últimos seis meses, além de encaminhar o número de funcionários do setor, nome, função e horários de entrada e saída.
Du e demais vereadores pedem informação se já foi adotada providência em relação à elaboração e encaminhamento ao Legislativo de projeto de lei que visa regulamentar as atividades de mototáxi/motofrete. Em caso negativo, informar o que falta para que o projeto seja encaminhado a essa Casa de Leis.
Ele parabeniza o grupo de pagode e samba Inspiração Negra, nas pessoas de Maciel, Zelão, Thiago, Gustavo, Lia, José Geraldo, Matheus, C&A, Israel, Maurinho e Romeu, pelo retorno às atividades. “O grupo fez muito sucesso nas décadas de 90 e 2000 em Pinhal, promovendo muitos encontros, festas e entretenimento. Pinhal ganha com o retorno do Inspiração Negra”. E parabenizou ainda a empresa Construmais, com apoio da Prefeitura, pela realização do evento Mais Criança no último sábado, na Praça da Independência, no Dia das Crianças (12 de outubro). “Parabenizo o empresário Júlio César de Filippi pelo sucesso do evento. Ele faz algo para a cidade sem pensar em quem está à frente da adminis tração municipal, é um empreendedor que soma e não subtrai”.




Marquinho Rocha (MDB) e demais vereadores pedem informação se já foi adotada providência em relação à elaboração e encaminhamento ao Legislativo de projeto de lei que visa regulamentar as atividades de mototáxi/motofrete. Em caso negativo, informar o que falta para que o projeto seja encaminhado a essa Casa de Leis. “Esperemos que mande logo esse projeto, que tem de ser de autoria do prefeito, para regularizar a atividade de mototáxi/motofrete em Pinhal”.
Marquinho, juntamente com a vereadora Cristina Brandão Domingues, quer saber qual o número de pessoas inscritas no cadastro de pesquisa habitacional para aquisição de casas populares em Pinhal, informando ainda desde quando existe o referido cadastro. “Na legislatura passada, havia a informação de que havia em Pinhal 1,5 mil famílias sem casa própria, pagando aluguel. Foi anunciado pela administração que, no próximo ano, seriam construídas inicialmente 265 casas no Morro Azul. Melhor que nada, mas ainda é pouco pelo número de pessoas sem a casa própria”.
Sobre redutores, o vereador explicou que “o artigo 94, em seu parágrafo único, do Código Brasileiro de Trânsito diz que o redutor só é colocado em caso de extrema necessidade, então o setor de trânsito deve fazer uma análise prévia pra ver essa necessidade, além de seguir critérios (altura, largura e comprimento mínimos e máximos)”.
Ele solicita a troca de lâmpada queimada do poste localizado na rua Senador Saraiva, em frente ao nº 251, centro, considerando que há meses ela está queimada.
Marquinho pede a retirada de restos de jardinagem, como galhos e folhas, da rua Liliane Novaes de Carvalho Pinto, no Parque da Figueira, uma vez que faz semanas que estão lá.
O vereador indica a necessidade de desentupir o bueiro localizado na avenida Romualdo de Souza Brito, entre os nos 1667 e 1885, visto que, em dias de chuva, a água transborda e inunda as lojas situadas em frente ao referido bueiro.
Sobre o trabalho da vereadora Maria de Lourdes  Santiago em prol do animais, Marquinho disse que ela é “a verdadeira protetora dos animais, o resto é balela”.
Ele parabenizou os professores pelo seu dia (15 de outubro).



Milena de Souza Lima Paulista (PSD) informou que em 2020, por força de lei federal, todas as escolas serão obrigadas a ter uma biblioteca. “A gente sabe que quando há uma dentro da escola tudo muda porque a leitura nos traz novos conhecimentos, olhares e ideologias”.  
Ela parabenizou a Casa do Escritor Pinhalense Edgard Cavalheiro, na pessoa de João Batista Rozon, pelo sucesso da Semana Edgard Cavalheiro realizada no Theatro Avenida.
Milena também destacou o sucesso das atrações musicais da última edição da Feira Gastronômica Noturna: Anderson Martins e o grupo Inspiração Negra.  “Parabéns aos organizadores e aos feirantes por mais um evento bem-sucedido em Pinhal”.
Milena, que é professora, falou também sobre o Dia do Professor, 15 de outubro. “Meu abraço fraternal a todos os professores e professoras. A profissão é árdua porque temos vidas em nossas mãos. Meu agradecimento, apoio, incentivo e motivação a todos os professores guerreiros deste país, somos formadores de opinião”. E citou uma poesia de Bráulio Bessa intitulada A Força do Professor:
“Um guerreiro sem espada, sem faca, foice ou facão,
armado só de amor, segurando um giz na mão, o livro é seu escudo que o protege de tudo que possa lhe causar dor, por isso eu tenho dito. Tenho fé e acredito na força do professor.
Ah... se um dia governantes prestassem mais atenção
nos verdadeiros heróis que constroem a nação, ah... se fizessem justiça sem corpo mole ou preguiça
lhe dando o real valor, eu daria um grande grito.
Tenho fé e acredito na força do professor.     
Porém, não sinta vergonha, não se sinta derrotado se o nosso país vai mal, você não é o culpado. Nas potências mundiais são sempre heróis nacionais e, por aqui, sem valor, mesmo triste e muito aflito. Tenho fé e acredito na força do professor.
Um arquiteto de sonhos, engenheiro do futuro, um motorista da vida dirigindo no escuro, um plantador de esperança plantando em cada criança um adulto sonhador e esse cordel foi escrito porque ainda acredito na força do professor”.
Milena e demais vereadores pedem informação se já foi adotada providência em relação à elaboração e encaminhamento ao Legislativo de projeto de lei que visa regulamentar as atividades de mototáxi/motofrete. Em caso negativo, informar o que falta para que o projeto seja encaminhado a essa Casa de Leis.






Toni Zibordi (PSD) falou do seu ofício encaminhado ao prefeito sobre o cemitério municipal. “Foram furtados os fios que ficavam no único ponto de tomada de energia do cemitério usado na manutenção dos túmulos. É importante o restabelecimento desse serviço, até porque o Dia de Finados está chegando. Também acontecem furtos de objetos de bronze como plaquinhas e vasos, isso é um absurdo, uma falta de respeito com os familiares dos mortos”.
Ele pede que se passe a máquina sentido bairro Paineirinha e Catingueiro para melhorar essas estradas rurais.
Toni indica a necessidade de ser providenciado o desentupimento e manutenção das bocas de lobo localizadas no Parque das Nações (rua José Barim), considerando que estão sem grade de proteção e, consequentemente, todas entupidas. “Moradores reclamam também do mato e sujeira no bairro. Que a Prefeitura tome as devidas providências o mais rápido possível”.
Toni e demais vereadores pedem informação se já foi adotada providência em relação à elaboração e encaminhamento ao Legislativo de projeto de lei que visa regulamentar as atividades de mototáxi/motofrete. Em caso negativo, informar o que falta para que o projeto seja encaminhado a essa Casa de Leis.
Ele pede o tapa-buracos em diversas ruas da Vila Centenário e da Vila São Pedro. “É que as pedras dos buracos espirram até nas pessoas quando da passagem dos veículos”.
Toni parabenizou todos os professores de Pinhal e do país pelo seu dia (15 de outubro). “O professor alfabetiza e forma o cidadão”.
O vereador também destacou o Dia do Agrônomo (12 de outubro). “Como agrônomo, não poderia deixar de lembrar o dia do engenheiro agrônomo. A profissão é importante, deve ser lembrada porque é ele que instrui o agricultor/lavrador a produzir de forma mais adequada o alimento que chega até a nossa mesa. Parabéns a todos os agrônomos de Pinhal e do país”.   




Vavá Mecânico (PSD) pede a limpeza do bueiro situado na avenida Washington Luiz, mais precisamente em frente ao posto Pit Stop, tendo em vista que está entupido e a água acumulada em época de chuva espirra nos frentistas do posto.
Vavá e demais vereadores pedem informação se já foi adotada providência em relação à elaboração e encaminhamento ao Legislativo de projeto de lei que visa regulamentar as atividades de mototáxi/motofrete. Em caso negativo, informar o que falta para que o projeto seja encaminhado a essa Casa de Leis.
O vereador pede o tapa-buracos na avenida Romualdo de Souza Brito, nas proximidades das serralherias do Monfardini e Andriata, visto a grande quantidade de buracos existentes no local.
Vavá indica a necessidade de redutor na rua Dr. João Mendes (atrás da Igreja de São João Batista), próximo ao nº 214, no Largo São João, considerando que os carros passam em alta velocidade por esse trecho. “Essa é uma reivindicação de uma moradora dessa rua. A gente sabe do custo de um redutor para o município, mas não podemos deixar de falar da importância do redutor, que inibe a velocidade dos veículos”.
Sobre o velório municipal, Vavá contou que houve reclamações no final de semana por conta da falta de mais salas (são três ao todo) para velar cinco corpos. “É uma falta de respeito com os familiares enlutados que não tiveram um espaço adequado para velar os corpos de seus entes queridos”.









Maria de Lourdes Santiago (PPS) e demais vereadores pedem informação se já foi adotada providência em relação à elaboração e encaminhamento ao Legislativo de projeto de lei que visa regulamentar as atividades de mototáxi/motofrete. Em caso negativo, informar o que falta para que o projeto seja encaminhado a essa Casa de Leis.
Lourdes falou sobre a importância do castramóvel a ser adquirido pela municipalidade por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Barros Munhoz (PSB) para o canil São Francisco de Assis, pedido feito ao deputado pela vereadora. “É um ganho para a nossa cidade trazendo como benefício a redução do número de animais de rua, de atropelamentos e de novas crias, por exemplo. O castramóvel irá até os bairros e zona rural fazer o serviço em parceria com a Prefeitura”.  
Ela pede a retirada de um redutor existente na rua Américo de Menezes Dória, em frente à casa de nº 302 A, Raia de Baixo, “visto que os motoristas passam direto por ele, dando impacto, o que interfere na estrutura da casa. Em caso negativo, indico a necessidade de realizar a pintura do referido redutor e sua constante manutenção para evitar esse tipo de problema”.
Lourdes, juntamente com a vereadora Cristina Brandão Domingues, indica a necessidade de se fazer a calçada da área verde localizada na rua José Barim, no Parque das Nações, e a sua limpeza, já que há lixo acumulado, sujeira e “até bicho morto é jogado lá”, além de instalar redutores na rua José Barim, na avenida João Bertoldo e na rua João Turganti, no mesmo bairro. “Se não for fazer redutor, que se façam faixas de pedestre”.
Ela pede que se estude a possibilidade de os banheiros públicos municipais permanecerem abertos até o fim da feira gastronômica noturna e não somente até as 22 horas, visto que as pessoas de mais idade têm dificuldade de se locomover e usar os banheiros químicos.

 

Curta Nossa Pagina

Rua Cap. João Mendes Batista Silva, 176 - Centro - Espírito Santo do Pinhal / SP - CEP: 13.990-000
Fone: (19) 3651-1918
© 2017. Todos os direitos reservados.