Convocados pelo vereador Du Martins, o secretário municipal de Saúde, Jhonny Laurindo, e a coordenadora de saúde, Gisele Biondo, participaram da sessão de segunda-feira (2 de setembro) para falar sobre a UTI.
Para Jhonny, o maior desafio agora é conseguir manter a UTI ao longo do tempo.
O secretário também contou que o custo mensal de uma UTI com 10 leitos é estimado em mais de R$ 320 mil. Inicialmente, a UTI irá funcionar com 4 leitos até que se consiga o credenciamento no Ministério da Saúde.
Para colocar a UTI em funcionamento, são previstos os seguintes recursos: R$ 1 milhão do orçamento municipal, R$ 450 mil do deputado estadual Barros Munhoz (PSB), R$ 1,3 milhão do governo estadual e só depois de ser credenciada é que a União começará a mandar recursos. “A UTI vai servir para atender todo o estado de São Paulo. Ao longo do tempo, teremos de encontrar alternativas para o seu custeio, então vamos procurar avançar juntos para a população ser beneficiada”, salientou Jhonny.

 

Curta Nossa Pagina

Rua Cap. João Mendes Batista Silva, 176 - Centro - Espírito Santo do Pinhal / SP - CEP: 13.990-000
Fone: (19) 3651-1918
© 2017. Todos os direitos reservados.