Gilberto Viola (PSDB)

disse que a Câmara Municipal precisa ser protagonista na administração municipal. “Precisa ser mais contundente nas cobranças ao Poder Executivo. A cidade está na penumbra e, quando a população não está satisfeita com a administração, a Câmara vai junto. Vamos cobrar mais dos diretores, procurar saber deles por que certas coisas não andam, vamos chamar o secretário da Saúde pra falar sobre a UTI, pronta há um ano, vamos chamar o diretor de Serviços Urbanos para saber quando vai melhorar a infraestrutura da cidade, vamos chamar o diretor de Habitação para saber sobre as casas populares, em que temos mais de 1,5 mil famílias precisando de mo radias, vamos chamar o diretor de Desenvolvimento Econômico para tratar do problema crucial do desemprego em Pinhal. Vamos juntos com o diretor até a Fiesp, Pinhal precisa de empregos”.
Sobre a visita do deputado estadual Barros Munhoz a Pinhal, Viola disse que “esse é o deputado que mais fez, faz e continuará fazendo por Pinhal. Os que me antecederam já falaram de mais conquistas que ele trouxe para nossa cidade quando da sua visita na última sexta-feira”.
Considerando publicidade veiculada pela Prefeitura em rede social de que economizou mais de R$ 1 milhão em peças, pneus e outros itens, Viola, juntamente com os vereadores Marquinho Rocha, Adriano Salvi e Maria de Lourdes Santiago, quer saber a qual período se refere a economia citada na publicidade, quais medicamentos foram comprados com o dinheiro dessa economia, quando ocorreu essa compra, a qual aumento de remédios se refere a publicidade, listando-o item por item e quantidade comprada a mais e, em face dessa economia, demonstrar a quantidade comprada (peças, pneus e outros itens) antes e depois do período citado, demonstrando que se comprou a mesma quantidade por menos e o atendimento à população não foi prejudicado.
Viola quer saber quais providências foram adotadas até a presente data pela Comissão de Estudos para Revitalização do Mercado Municipal, considerando que o prédio é um patrimônio da história e do povo pinhalense que está praticamente desativado e poderia ter uma melhor destinação.
Considerando publicidade veiculada pela Prefeitura em rede social de que economizou com trocas de lâmpadas e que o recurso economizado está sendo investido no Centro Dia do Idoso, Viola, juntamente com os vereadores Cristina Brandão Domingues, Marquinho Rocha, Adriano Salvi e Maria de Lourdes Santiago, solicita informações detalhadas relativas à CIP (Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública), a saber: 1) qual o valor economizado e em qual período isso aconteceu, 2) como foi possível investir dinheiro da CIP no Centro Dia do Idoso, 3) o que foi feito na manutenção do Centro Dia do Idoso, quais os valores aplicados, quando isso ocorreu, enviando as notas de empenho e fiscais relativas à manutenção cit ada na publicidade, 4) onde estão sendo aplicados os recursos da CIP, informando quando e como foram realizados, detalhando os valores por instalação, manutenção, melhoramento e expansão da rede de iluminação pública, enviando as respectivas notas de empenho e notas fiscais relativas aos serviços desde 2017 até agora, 5) se houve superávit dos recursos arrecadados através da CIP em 2017 e 2018; caso afirmativo, detalhar valor e onde foi aplicado e 6) por que os idosos pagam pelo transporte e por que o município não oferece esse serviço gratuitamente.                                     



Cristina Brandão Domingues (MDB)

falou sobre a CIP (Contribuição para Custeio da Iluminação Pública). “Em rede social, o prefeito noticiou ter economizado com a troca de lâmpadas na cidade e, com essa economia, está aplicando o recurso no Centro Dia do Idoso. O que eu sei é que o dinheiro da CIP que todos nós pagamos mensalmente na conta de luz só pode ser usado na manutenção e melhoria da iluminação pública de ruas, praças e jardins (compra de lâmpadas inclusive). Sabemos que muitas ruas, além de uma área do bairro rural das Três Fazendas, por exemplo, estão com lâmpadas queimadas necessitando de troca por parte da Prefeitura. Entendo n&atil de;o ser culpa dos funcionários municipais que fazem esse tipo de serviço, eles são poucos para atender a uma grande demanda, então deve-se rever urgentemente isso. Eu questiono o fato de que, ao não se trocar lâmpada, ao não fazer um serviço adequado, a Prefeitura esteja economizando, pois isso é não prestar um serviço público da maior relevância porque está diretamente ligado à segurança da população. Por outro lado, é importante, sim, investir no Centro Dia do Idoso, desde que seja dinheiro do município ou do estado, mas não da CIP. O Cento Dia do Idoso funciona como uma creche para o idoso permanecer lá durante o dia fazendo atividades, enquanto seus familiares saem para trabalhar. Também gostaria de dizer ao prefeito e ao diretor de Promoção Social que seria da maior importância a volta do tran sporte gratuito para os usuários do Centro Dia do Idoso, como era antigamente. Hoje, as famílias pagam R$ 150 mensais por esse serviço de transporte e, se fosse gratuito, o dinheiro poderia ser usado pelas famílias para melhorar a qualidade de vida do idoso, melhorar sua alimentação, comprar medicamentos e fraldas geriátricas. Acredito que o prefeito e o diretor vão se sensibilizar com essa questão”.
A vereadora falou sobre a visita do deputado estadual Barros Munhoz (PSB) a Pinhal, na última sexta-feira (16 de agosto), quando anunciou suas emendas impositivas em benefício da cidade. O deputado esteve na Apae, no Centro Radiológico Pinhalense (CRP), que ocupa as dependências do Hospital Francisco Rosas, e na Prefeitura. “Barros Munhoz é o deputado que está sempre presente na cidade, sempre atento às solicitações da população. Na Apae, foi assinado o convênio de R$ 60 mil para a aquisição de equipamentos (emenda impositiva) e a atual diretoria entregou ao deputado uma solicitação de um recurso de R$ 247,3 mil para a implantação de um programa de estimulação precoce para crianças portadoras de de ficiências múltiplas de 0 a 5 anos de idade com atendimento multiprofissional. Imediatamente, o deputado se comprometeu a atender a essa solicitação para o próximo ano e estarei acompanhando. No hospital, foi dada a notícia de que o recurso de R$ 450 mil (emenda impositiva)para custeio da UTI já está na conta da Santa Casa. Na Prefeitura, foi assinado o convênio de R$ 134 mil (emenda impositiva) para a compra de um castramóvel (castração de animais) a ser destinado ao Recanto São Francisco de Assis (canil), em atendimento ao pedido da vereadora Maria de Lourdes Santiago, que há mais de 20 anos luta pela causa dos animais de forma voluntária”
Cristina, juntamente com a vereadora Maria de Lourdes Santiago, pede informação do motivo de não constar o valor de R$ 12 mil no orçamento municipal de 2019 destinado à Associação Pinhalense Protetora dos Animais São Francisco de Assis, informando ainda qual a previsão do empenho e posterior pagamento.
Ela sugere a colocação de lixeiras em pontos estratégicos em toda a zona rural e a realização, com maior frequência, da coleta de lixo objetivando evitar o seu acúmulo e que fique espalhado nas referidas estradas.
Cristina, juntamente com o vereador Adriano Salvi, indica a necessidade do plantio de flores nos jardins da Praça da Independência “a fim de dar vida e cor ao referido local, conforme pedido de comerciantes e população”.
Cristina parabeniza a direção do CRP (Centro Radiológico Pinhalense), nas pessoas dos médicos Antonio Cyrilo Mangili e Flávio Cipoli Viegas, pelos seus 20 anos de fundação completados no dia 9 de agosto.
  
 



José Eduardo Martins de Souza (Du/PSD)

falou sobre desenvolvimento econômico destacando a importância da permanência da Aptiv/Delphi em Pinhal. “Lembro que a empresa iria embora e, como medida de prioridade do prefeito Sergio Del Bianchi Junior, o distrito industrial Waldemar Pereira foi regularizado para que a empresa fosse pra lá com uma nova planta. Sem a regularização, não havia como doar terreno; se alguém falasse que podia, era mentira. Mesmo assim, na administração passada, foram doadas várias áreas nesse distrito industrial sem estar regularizado, fez-se até marketing eleitoral, mas nada disso existe. A administração do prefeito atual fez um trabalho forte, determinado e conseguiu a regularização do distrito. Informo ainda que a Aptiv/Delphi voltou a contratar —nas últimas semanas, a média tem sido de 60 contratações por semana. Também gostaria de dizer que está havendo um trabalho sério por parte da administração municipal para regularizar o distrito industrial Laércio Casalecchi, proximidades da Escola Agrícola. Grande parte da área será doada à empresa Pinhalense Máquinas Agrícolas. Agora, o trabalho é atrair, sim, empresas para Pinhal, indo ao Investe SP, à Agência de Desenvolvimento do estado e dizer que existe um distrito regularizado com uma empresa funcionando lá, a Aptiv/Delphi, que é uma espécie de fábrica-âncora visando atrair outras. Antes, tivemos de fazer uma lição de casa que o ex-prefeito não fez, ele varreu para debaixo do tapete&r dquo;.
Sobre a feira gastronômica noturna, o vereador ressaltou que essa iniciativa proporciona renda aos empreendedores. “É uma oportunidade pra se ganhar dinheiro e colocar comida dentro de casa. Eu apoio a feira gastronômica noturna e sugiro que seja inserida no calendário oficial de eventos do município. Existe uma fila de espera de mais de 60 pessoas interessadas em montar barraca na feira gastronômica. Durante uma crise econômica, quem consegue sair dela é aquele que cria e, por isso, essa feira é uma boa opção. É claro que não resolve o problema do desemprego, mas é uma iniciativa de muita valia para a cidade e de entretenimento e lazer à população. Parabenizo os empreendedores pelo trabalho na feira, eles merecem todo o m&eacu te;rito”.
Du solicita a adaptação e a reforma de um ônibus de posse da Prefeitura para a realização de city tour pela cidade. “A renda arrecadada com a possível venda dos bilhetes poderia ser revertida às entidades assistenciais ou ao Fundo Social de Solidariedade de Espírito Santo do Pinhal.
Ele pede a instalação de refletores para iluminação da pista de caminhada e pista de skate do estádio municipal Fernando Costa.



Adriano Salvi (PSDB)

falou sobre a visita do deputado estadual Barros Munhoz (PSB) a Pinhal, na última sexta-feira, quando anunciou suas emendas impositivas em benefício do município. “Mais uma vez a gente agradece ao Barros Munhoz que esteve na Apae, no Centro Radiológico Pinhalense (CRP), que ocupa as dependências do hospital, e na Prefeitura com o objetivo de informar as emendas impositivas de 2019 do deputado em prol da cidade no valor total de R$ 1,1 milhão, sendo R$ 130 mil ao Educandário (compra de veículo), R$ 50 mil ao Lar da Terceira Idade (obras), R$ 50 mil ao Lar da Terceira Idade (compra de veículo), R$ 450 mil para o custeio da UTI, R$ 200 mil para o Instituto Bezerra de Menezes (custeio), R$ 134 mil para a Prefeitura com prar um castramóvel (castração de animais) para o Recanto São Francisco (canil São Francisco), R$ 100 mil para a Associação Espírita Vicente de Paulo (custeio) e R$ 60 mil para a Apae (compra de equipamentos). Agradeço a parceria do deputado, que sempre está conosco, e quero também valorizar nosso grupo político que trabalha pela cidade”.
O vereador parabenizou a Apae e a Paróquia de São João Batista pelo almoço beneficente em prol da Apae realizado no último domingo, no salão de festa de Santa Luzia. “Parabenizo os abnegados que trabalharam nesse evento e no leilão de gado em prol da entidade. Foi um sucesso e a população colaborou para que isso acontecesse”.
Adriano, juntamente com o presidente da Câmara Municipal, Gilberto Viola, e os vereadores Cristina Brandão Domingues, Marquinho Rocha e Maria de Lourdes Santiago, solicita informações detalhadas relativas à CIP (Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública), a saber: 1) qual o valor economizado e em qual período isso aconteceu, 2) como foi possível investir dinheiro da CIP no Centro Dia do Idoso, 3) o que foi feito na manutenção do Centro Dia do Idoso, quais os valores aplicados, quando isso ocorreu, enviando as notas de empenho e fiscais relativas à manutenção citada na publicidade, 4) onde estão sendo aplicados os recursos da CIP, informando quando e como foram realizados, detalhando os valores por in stalação, manutenção, melhoramento e expansão da rede de iluminação pública, enviando as respectivas notas de empenho e notas fiscais relativas aos serviços desde 2017 até agora, 5) se houve superávit dos recursos arrecadados através da CIP em 2017 e 2018; caso afirmativo, detalhar valor e onde foi aplicado e 6) por que os idosos pagam pelo transporte e por que o município não oferece esse serviço gratuitamente. 
Adriano, juntamente com a vereadora Cristina Brandão Domingues, indica a necessidade do plantio de flores nos jardins da Praça da Independência “a fim de dar vida e cor ao referido local, conforme pedido de comerciantes e população”.
Ele pede a troca de lâmpadas queimadas na Praça Afonso Ruótolo, no São Pantaleão, sendo uma atrás da igreja, junto ao muro do cemitério, e outra do lado esquerdo, descendo a escadaria da igreja. “Indico também a necessidade de poda das árvores, visto que a copa bloqueia a luminosidade. Por fim, na pracinha existem quatro canteiros, sendo que dois deles têm postinho, sendo assim sugiro a instalação de duas luminárias (tipo pirulito) nos outros canteiros a fim de deixar a praça mais clara, podendo ser mais bem aproveitada pela comunidade”.
Adriano pede o tapa-buracos ou recapeamento, com urgência, nas ruas Professora Giacomina de Felipe e Ernesto Rizzoni, especialmente no entorno da empresa Bremen Café, considerando o grande fluxo de caminhões que transitam no local.  
  

Marquinho Rocha (MDB),

com base em notícias veiculadas por jornais da região, falou sobre as cidades vizinhas que estão atraindo novas empresas mesmo na crise. “Andradas atraiu a empresa Fonte Verde Multinacional, que produzirá tomates sem agrotóxicos; Jacutinga conquistou a empresa Vareli, fabricante de garrafas de vidro e pet, que abriu 1,5 mil empregos na construção civil e 200 empregos diretos; São João da Boa Vista atraiu empresa francesa do ramo de mármore, granito e ônix, com suporte do programa estadual Investe SP. O investimento é de R$ 6 milhões e é a única unidade no país. O prefeito de São João da Boa Vista anunciou também que outra empresa poderá se instalar lá com previsão de gerar 400 vagas de trabalho. Aguarda-se a autorização da matriz para que o nome da empresa seja divulgado. Segundo o prefeito de lá, outras empresas também estariam a caminho de São João da Boa Vista. Já Aguaí terá o Poupatempo, segundo anúncio do governo estadual. Em relação a Pinhal, o prefeito Sergio Del Bianchi Junior usou a Agência de Desenvolvimento como um dos pilares de sua campanha eleitoral, então aguardo o trabalho dessa agência e, se conseguir atrair novas empresas, vou parabenizar e aplaudir a administração municipal com o maior prazer. A regularização do distrito industrial Waldemar Pereira pela atual gestão merece nossos parabéns, quero ver Pinhal próspera e progressista, mas atualmente a situação do município não é boa”.
Sobre o mercado municipal, Marquinho disse que, “durante sua campanha eleitoral, o então candidato a prefeito Sergio Del Bianchi Junior, atual prefeito, fez um vídeo na porta do mercadão dizendo que o local era símbolo de descaso e esquecimento e que, em sua administração, isso seria diferente. Não tenho visto diferença, tenho passado por lá e o descaso continua. Espero que até o final de 2020 essa situação seja resolvida, sabemos que o problema vem de anos atrás, mas tenho de cobrar uma solução da administração municipal. Nós, vereadores, não temos o poder de executar, mas de cobrar e fiscalizar. Ainda está em tempo de resgatar o mercadão e se isso ocorrer vou aplaudir e parabenizar o prefeito&r dquo;.  
Ele pede informações sobre quais veículos conseguidos por meio de emendas parlamentares de vários deputados ainda não foram entregues, motivo da não entrega e previsão de entrega.
Marquinho, juntamente com o presidente da Câmara Municipal, Gilberto Viola, e os vereadores Cristina Brandão Domingues, Adriano Salvi e Maria de Lourdes Santiago, solicita informações detalhadas relativas à CIP (Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública), a saber: 1) qual o valor economizado e em qual período isso aconteceu, 2) como foi possível investir dinheiro da CIP no Centro Dia do Idoso, 3) o que foi feito na manutenção do Centro Dia do Idoso, quais os valores aplicados, quando isso ocorreu, enviando as notas de empenho e fiscais relativas à manutenção citada na publicidade, 4) onde estão sendo aplicados os recursos da CIP, informando quando e como foram realizados, detalhando os valores por in stalação, manutenção, melhoramento e expansão da rede de iluminação pública, enviando as respectivas notas de empenho e notas fiscais relativas aos serviços desde 2017 até agora, 5) se houve superávit dos recursos arrecadados através da CIP em 2017 e 2018; caso afirmativo, detalhar valor e onde foi aplicado e 6) por que os idosos pagam pelo transporte e por que o município não oferece esse serviço gratuitamente. 
Ele pede a troca de lâmpadas em ruas do Parque da Figueira, Vila da Faculdade, Vila Palmeiras, Vila Roseli, Dadá Marinelli, Vila Celina e Marquês do Herval e próximo à Escola Estadual Cardeal Leme.     


Toni Zibordi (PSD)

falou sobre a Praça de São Pantaleão. “Agradeço ao ex-prefeito José Benedito de Oliveira (Zeca Bene) por ter atendido a um pedido meu na época, que foi a colocação de postes de cimento em substituição aos postes de ferro, que estavam com a parte de baixo podre, e do holofote na parte detrás. O serviço foi bem-feito. O que foi feito de bom em gestões anteriores também tem de ser lembrado”. 





Vavá Mecânico (PSD)

pede rampa de acesso para cadeirantes na faixa de pedestre localizada nas proximidades do supermercado Cubatão para que possam ter acesso ao estabelecimento e ao seu estacionamento. “Isso vai favorecer também os funcionários do supermercado que levam os carrinhos de compras dos clientes ao estacionamento”.
Vavá pede o tapa-buracos no início da rua José Antônio Fernandes (rua da Clínica Santa Rosa), no Jardim das Rosas, visto o “enorme” buraco ali existente.
Ele solicita o acréscimo do horário nas placas informativas de carga e descarga espalhadas pela cidade a fim de orientar os motoristas quanto ao horário permitido de estacionamento nesses locais.



Maria de Lourdes Santiago (PPS),

juntamente com a vereadora Cristina Brandão Domingues, pede informação do motivo de não constar o valor de R$ 12 mil no orçamento municipal de 2019 destinado à Associação Pinhalense Protetora dos Animais São Francisco de Assis, informando ainda qual a previsão do empenho e posterior pagamento. “Precisamos do dinheiro para poder pagar as despesas do canil”.
Lourdes, juntamente com o presidente da Câmara Municipal, Gilberto Viola, e os vereadores Cristina Brandão Domingues, Marquinho Rocha e Adriano Salvi, solicita informações detalhadas relativas à CIP (Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública), a saber: 1) qual o valor economizado e em qual período isso aconteceu, 2) como foi possível investir dinheiro da CIP no Centro Dia do Idoso, 3) o que foi feito na manutenção do Centro Dia do Idoso, quais os valores aplicados, quando isso ocorreu, enviando as notas de empenho e fiscais relativas à manutenção citada na publicidade, 4) onde estão sendo aplicados os recursos da CIP, informando quando e como foram realizados, detalhando os valores por instalaç ;ão, manutenção, melhoramento e expansão da rede de iluminação pública, enviando as respectivas notas de empenho e notas fiscais relativas aos serviços desde 2017 até agora, 5) se houve superávit dos recursos arrecadados através da CIP em 2017 e 2018; caso afirmativo, detalhar valor e onde foi aplicado e 6) por que os idosos pagam pelo transporte e por que o município não oferece esse serviço gratuitamente.
Lourdes agradeceu ao deputado estadual Barros Munhoz (PSB) pela sua emenda impositiva no valor de R$ 134 mil para a Prefeitura comprar um castramóvel (castração de animais) para o Recanto São Francisco (canil São Francisco). “Esse castramóvel vai beneficiar muito a cidade e, em especial, a zona rural, onde os moradores têm dificuldade de transporte para vir à cidade e realizar a castração”.   
Ela agradeceu ainda a todas as pessoas que colaboraram para o sucesso do show de prêmios em  benefício dos animais realizado no último domingo, no salão de festa da Igreja de São Pedro, na Vila São Pedro. “É nessa hora que a gente vê o quanto as pessoas gostam do nosso trabalho em prol dos animais”. Ela espera também conseguir comprar outro carro para o Recanto São Francisco em substituição ao que foi incendiado por vândalos recentemente.

 

Curta Nossa Pagina

Rua Cap. João Mendes Batista Silva, 176 - Centro - Espírito Santo do Pinhal / SP - CEP: 13.990-000
Fone: (19) 3651-1918
© 2017. Todos os direitos reservados.